4 Impactos da Guerra na Ucrânia na Economia Global

Iniciada em fevereiro de 2022, a invasão da Ucrânia pela Rússia vem assolando a região leste do país. Além de todo o desastre humanitário, os impactos na economia mundial já são visíveis.

Segundo o presidente do Banco Mundial, David Malpass, “a guerra na Ucrânia é uma catástrofe mundial que cortará o crescimento econômico global”.

Neste artigo, vamos analisar 4 dos principais impactos da guerra na Ucrânia na Economia Global. Acompanhe e entenda!

1 – Possível crise de energia

A Rússia é o terceiro maior produtor de petróleo do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Arábia Saudita. Isso significa que boa parte da Europa é abastecida pelos barris de lá, assim como acontece com o gás.

Com as sanções dos Estados Unidos e da União Europeia contra a Rússia e as constantes ameaças do presidente russo Vladimir Putin sobre um possível corte no sistema de abastecimento de gás e petróleo da União Europeia, os líderes mundiais vêm se preparando para uma possível crise de energia. A Alemanha, por exemplo, importa mais da metade do gás da Rússia, e entraria em uma recessão se as entregas de gás natural fossem cortadas.

Além disso, os preços do barril de petróleo também não param de subir, com um aumento de mais de 60% ao longo de 2022: outro fator preocupante que acelera ainda mais a inflação mundial.

2 – Alta dos alimentos

Além de gás e petróleo, a Rússia também é um dos principais produtores de grãos e fertilizantes, o que impacta diretamente no preço dos alimentos de origem vegetal e animal.

Este cenário traz ainda mais insumos para a disparada da inflação, trazendo cada vez mais indícios de que uma recessão mundial está se aproximando, já que as economias dos países já vinham fragilizadas pelo impacto da Covid-19 nos anos anteriores.

3 – Aumento das dívidas dos países

Assim como em qualquer aspecto voltado à economia, o efeito de um fenômeno isolado traz consequências para toda uma cadeia de valores.

Um exemplo disso é o que vem acontecendo na economia global depois do início da guerra entre Rússia e Ucrânia: com a disparada dos preços nos itens básicos como gás, energia e alimentos, os países se viram obrigados a aumentar suas taxas de juros a fim de conter a inflação.

Isso gerou outro impacto no caixa dos países: o aumento das suas dívidas internas e externas, fator que pode elevar os riscos da crise e deixar a vida de milhares de pessoas ainda mais difícil.

4 – Crescimento da desigualdade social

Diante de tantas incertezas e impactos diretos na economia mundial, instituições como a ONU já manifestaram sua preocupação com o aumento da desigualdade social, dificultando ainda mais o crescimento de populações vulneráveis, principalmente nos países desenvolvidos.

Além disso, o índice de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza não para de subir em todo o mundo: segundo dados do PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – o mundo já tem mais de 1,3 bilhão de pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza.


Como vimos ao longo do texto, os impactos da guerra da Ucrânia na economia mundial podem ter efeito bola de neve caso não sejam contidos rapidamente. Isso se agrava ainda mais pela fragilidade prévia da economia dos países devido à Covid-19.

Enquanto as demais nações seguem fazendo pressões diplomáticas e econômicas para o fim da invasão russa, gestores de empresas de diferentes setores buscam ajustar suas estratégias ao atual contexto. As organizações que tiverem lideranças com visão global tendem a dar uma contribuição mais relevante para a retomada do desenvolvimento econômico, fundamental para superar as dificuldades impostas pela guerra. Qual sua perspectiva para a economia mundial neste cenário de guerra entre Rússia e Ucrânia? Compartilhe este artigo nas redes sociais e exponha sua opinião para seus contatos!