Confira 6 dicas de como estimular a criatividade da sua equipe

A formação de equipes de alto desempenho passa pelo estímulo do líder para despertar o melhor resultado individual de cada profissional, naquilo que envolve tanto soft quanto hard skills.

Neste sentido, estimular a criatividade da equipe é essencial para criar uma cultura de inovação e alta performance, gerando melhores resultados na expansão de mercado, na conquista de novos clientes e na resolução de problemas cotidianos.

Então, que tal aprender a estimular a criatividade da sua equipe? Leia nossas dicas e descubra como!

1 – Acabe com o medo de errar

Antes de mais nada, é preciso acolher as pessoas e deixá-las seguras para sugerir ideias, propor caminhos e, muitas vezes, errar.

Para isso, muito se fala sobre a importância de criar uma cultura à prova de punição. Na prática, significa que o líder deve ouvir as sugestões da sua equipe, criando um espaço seguro para a troca de ideias e construção de soluções que otimizem os processos internos e as ofertas para os clientes.

Então, antes de cobrar criatividade da sua equipe, pense no caminho contrário: como você pode liderar de forma mais aberta para que as pessoas se sintam à vontade em compartilhar ideias?

Promover encontros informais, ser um bom ouvinte e liderar pelo exemplo e pela inspiração são excelentes formas de começar a estimular a criatividade da equipe. Que tal experimentar?

2 – Ofereça autonomia

O microgerenciamento — atitude em que o líder tenta controlar todos os processos dentro da equipe — vem dando lugar à era do intraempreendedorismo, movimento onde cada profissional assume uma postura de proatividade e busca seu próprio crescimento dentro da empresa.

Por mais que esse comportamento não seja aceito por alguns líderes, que podem se sentir ameaçados pelo formato de liderança descentralizada, a verdade é que o modelo vem ganhando espaço nas empresas, já que a autonomia e a liberdade dão espaço para que cada profissional entregue o seu melhor, atraindo mais criatividade e inovação para o negócio.

3 – Crie uma cultura de feedbacks humanizados

Embora os feedbacks normalmente sejam estabelecidos em ritos formais dentro das organizações, é importante que os líderes não esperem esses momentos para apontar para a equipe onde estão indo bem e onde precisam melhorar.

Porém, é cada vez mais apreciado no mercado os feedbacks focados no desenvolvimento de habilidades e competências, ao invés de usá-lo como ferramenta de controle e crítica.

A frequência do feedback certamente dependerá de cada grupo e do ritmo das entregas das áreas, mas é indicado que ocorra, em geral, mais de uma vez por mês.

Algumas empresas, inclusive, adotaram os check-ins e check-outs no início e fim da semana, respectivamente, a fim de identificar rapidamente os pontos de melhoria e seguir otimizando a atuação de cada membro da equipe.

4 – Monte equipes mais diversas

Idade, gênero, gostos pessoais, localização geográfica… Ter pessoas diversas na sua equipe trará visões diferentes de mundo, aumentando o repertório de ideia

Segundo estudo da Accenture, companhias inclusivas e diversas são 11 vezes mais inovadoras e têm funcionários seis vezes mais criativos do que a concorrência.

Isso significa que ter pessoas de idades, gêneros e visões de mundo diferentes ampliará o repertório de ideias para solucionar os desafios de negócios.

5 – Estruture o processo de brainstorming

Quem nunca participou de reuniões repletas de boas iniciativas, mas que acabaram não indo para frente por conta da falta de organização das ideias?

Ferramentas que organizam os processos de brainstorming contribuem para que ideias inovadoras se tornem, de fato, inovação. O Design Thinking, por exemplo, é uma excelente ferramenta para estruturar o processo de brainstorming e estimular a criatividade da equipe.

6 – Traga novidades e proponha discussões

Mais do que cobrar que sua equipe se mantenha atualizada, tente trazer novidades, fazer curadoria de conteúdos relevantes e propor discussões sobre os temas do momento.

Se a sua equipe gosta de ler, por exemplo, que tal propor um clube do livro? Ou trazer palestrantes externos uma vez por mês? Quem sabe, até premiar seus colaboradores com cursos de curta duração?

Independentemente da sua estratégia, lembre-se de que estimular a criatividade e inovação da equipe é uma tarefa constante e, para isso, você precisa estar bem-informado sobre as técnicas para extrair o melhor do time e garantir que boas ideias se transformem em inovação na prática.

Para saber mais sobre como fazer isso, que tal assistir a Masterclass Innovation and System Logic, com o Prof. Jacopo Filippo Bargellini, da CUOA Business School? As inscrições são gratuitas. Aproveite essa oportunidade! E se você quer dar um salto na sua carreira, conheça o curso presencial Creativity, Innovation & Entrepreneurship, da CUOA Business School (Itália). Ele é destinado a estudantes e profissionais com interesse em desenvolver competências empreendedoras e visa capacitar executivos para liderar processos de Inovação dentro e fora de suas organizações.